HONDURAS RESISTE Y VENCE

LIBERTAD PARA AGUSTINA

sábado, 26 de septiembre de 2009

MÍDIA BRASILEIRA IGNORA ATAQUE QUÍMICO A EMBAIXADA DO BRASIL

Por_ http://honduraselogoali.blogspot.com/

A mídia brasileira mantém um quase absoluto silêncio sobre o ataque químico contra a Embaixada Brasileira em Honduras. Alguns jornais dizem que Zelaya denunciou, como se a fonte não fosse confiável. E fica por isso. Não nem de longe qualquer sentimento de indignação. Ao contrário. A cobertura dos jornais e emissoras brasileiras não consegue esconder a simpatia pelos golpistas.

Profissionais do Centro de Informações Toxicológicas (CIT) de Santa Catarina ouviram a entrevista do padre Andrés Tamayo, que se encontra na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa. Suspeitam do uso do chamado gás pimenta - proibido há décadas pela Convenção de Genebra - com base nos sintomas descritos por Tamayo. O CIT acompanha o caso.

O fisiologista hondurenho Jual Almendares foi o primeiro a denunciar o uso de produtos químicos pelos golpistas na repressão à resistência. Gases semelhantes aos da Embaixada brasileira têm sido lançados contra os manifestantes e nas residências das áreas mais pobres de Tegucigalpa. Numa postagem anterior publicamos a manifestação escrita de Almendares sobre o caso. Confira a entrevista do fisiologista sobre uso de gases tóxicos dada ao CMI-Honduras.

Também é estrondoso o silêncio da mídia em relação ao monstrengo que está sendo usado pelos golpistas para assediar a Embaixada brasileira, onde se encontram membros do corpo diplomático do Brasil. O Dispositivo Acústico de Largo Alcance (em inglês Long Range Acoustic Device: LRAD) causa dores e náuses nos ocupantes do espaço diplomático brasileiro. Também publicamos aqui os detalhes do objeto.

Assim como engoliram o ataque químico e citado LRAD, vão engolir o deboche do golpista Micheletti que a agência EFE acaba de revelar, sobre o cerco à Embaixada: "Nós só estamos respondendo ao pedido que fez o Governo do senhor Lula da Silva ao Governo de Honduras que queria garantir segurança da Embaixada, do edifício e também a vida dos que estavam dentro".

Aos coleguinhas da mídia nacional vão abaixo outras informações sobre o que está acontecendo com nossa Embaixada e o povo hondurenho.

1 comentario:

Antonio dijo...

La prensa brasileña esta sempre apoiando a los golpes de estado, seja em Honduras, seja em Brasil, ou em qualquer outro país. Resistam hondurenhos!